O que é Aromaterapia?

O que é a Aromaterapia?

Se és das pessoas que acha que mexer com as plantas e as mezinhas é uma coisa do tempo das avós… Está na hora de mudares a tua visão!

Num mundo acelerado e a todo o vapor, é e torna-se cada vez mais necessário e importante cuidar de nós. Num todo, tanto por dentro como por fora. Quando nós falamos de Aromaterapia, nós estamos a falar de uma “Terapia através do Aroma”!

Portanto, a Aromaterapia é uma das práticas dos nossos antepassados, de há muitos milhares de anos. No entanto, esta foi ganhando as novas técnicas, que nos permitem continuar a beneficiar do poder da natureza e dos Óleos Essenciais. De uma forma muito mais segura, mais fácil e mais prática. Desta forma, e através do uso terapêutico dos Óleos Essenciais de uma forma controlada, conseguimos manter uma boa manutenção do nosso corpo, da mente e do espirito.

Portanto, a Aromaterapia é uma técnica natural que visa a utilização das partículas dos Óleos Essenciais, para estimular as diferentes partes do nosso corpo. Em especial, do nosso cérebro, visto que este tem um poder grandioso no todo.

 

Os Óleos Essenciais podem usar-se em várias das áreas de tratamento e de diferentes formas, por exemplo:

Topicamente: as massagens, os banhos, os escalda pés, a aplicação direta na pele ou mais diluída com um óleo ou uma gordura vegetal

Aromática: a sua inalação (através de Óleos Essenciais em água quente), a sua vaporização (através de Difusores elétricos), a sua evaporização (ao embeber um algodão com o seu óleo essencial), a sua difusão passiva (difusores passivos), ou os sprays para a casa…

Ingestão: os óleos podem ser ingeridos (através de cápsulas vegetais), de chás, de águas aromatizadas, de alimentos (que não sejam aquecidos a altas temperaturas)…

 

Além disso, é muito importante referir e alertar. Em qualquer uma das suas formas, recomenda-se o aconselhamento de um profissional capacitado e especializado!!! Da mesma forma que podemos estar a beneficiar dos compostos destas maravilhas da natureza, também podemos estar a provocar uma intoxicação no nosso corpo. Caso os óleos essenciais sejam mal utilizados ou em quantidades desadequadas a cada caso e situação. Ou até mesmo se estes forem de má qualidade e sem certificação. Por isso, é necessária muita responsabilidade no que diz respeito ao seu uso!

A diferença entre o remédio e o veneno, são as dosagens!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *